A.W. Tozer: Arminiano e Pelagiano

 
Leia também:
A.W. Tozer: Um Falso Profeta
As Influências católico-místicas de A.W. Tozer
O Caminho dos Místicos e as Raízes da Moralidade de A.W. Tozer

 
"Redenção é um fato objetivo. É uma obra potencialmente salvadora, criada para o homem, mas feita independente e exteriormente ao individuo. A obra de Cristo no Calvário fez expiação para todos os homens, mas não salva nenhum homem". (Paths to Power - A.W. Tozer – Chapter 2 – God’s Part and Man’s).

"Expiação universal torna a salvação universalmente disponível, mas a torna universalmente efetiva para o indivíduo" (Paths to Power - A.W. Tozer – Chapter 2 – God’s Part and Man’s).

"Se a expiação foi feita para todos os homens, por que todos não são salvos? A resposta é que antes da redenção se tornar efetiva ao homem individualmente existe um ato que o homem deve fazer. Este ato não é meritório, mas condicional".
"Este ato de salvação é uma atribuição que somente o homem pode fazer" (Paths to Power -A.W. Tozer – Chapter 2 – God’s Part and Man’s).

"Deus não pode fazer o arrependimento por nós. Em nossos esforços para magnificar a graça temos assim pregado a verdade para transmitir a impressão que arrependimento é uma obra de Deus. Este é um erro grave, e que tem cobrado um preço terrível entre cristãos de toda a parte. Deus tem ordenado a todos os homens que se arrependam. Esta é uma obra que somente eles podem fazer". (Paths to Power - A.W. Tozer – Chapter 2 – God’s Part and Man’s).

"O remédio é ver claramente que o homem está perdido não por causa do que alguém fez a milhares de anos atrás; eles são perdidos porque pecaram individualmente e pessoalmente. Nós nunca seremos julgados pelo pecado de Adão, mas pelos nossos próprios. Pelos nossos próprios pecados somos e devemos permanecer plenamente responsáveis" (Paths to Power - A.W. Tozer – Chapter 2 – God’s Part and Man’s).

"A fé é um dom de Deus, com certeza, mas queira ou não devemos atuar sobre essa fé que se encontra em nosso próprio poder, podendo ou não, conforme escolhemos" (Paths to Power - A.W. Tozer – Chapter 2 – God’s Part and Man’s).

"Outro obstáculo doutrinário é o ensino de que o homem é tão fraco por natureza que é incapaz de guardar a lei de Deus. Nossa impotência moral é martelada em nós em sermões e músicas até estarmos inclinados a ela e entregues ao desespero. Não importa o que o intelecto possa dizer, o coração humano nunca pode aceitar a ideia que somos responsáveis por quebrar uma lei que não podemos guardar. Um pai colocaria nas costas de seu filho de três anos um saco de grãos pesando 200 quilos para então bater nele porque ele não pode carregá-lo? O homem tanto pode ou não agradar a Deus. Se eles não podem, eles não são moralmente responsáveis, e não tem nada a temer. Se eles podem, e não querem, então eles são culpados, e como pecadores culpados eles serão finalmente mandados para o inferno. Este último é sem dúvida o fato. Se a Bíblia é autorizada a falar por si mesma ela irá ensinar a doutrina da responsabilidade pessoal do homem pelos pecados cometidos. Os homens pecam porque eles querem pecar. A discussão de Deus com os homens é que eles não vão fazer mesmo essa parte da vontade de Deus que eles entendem e poderiam fazer se eles quisessem" (Paths to Power – A. W. Tozer – Chapter 5 – Doctrinal Hindrances).

"Ensinar que a insuficiência da lei reside na inabilidade moral do homem em atender as simples exigências do comportamento humano é errar radicalmente em quase tudo. Se a lei não pode ser mantida, Deus está na posição de colocar sobre a humanidade uma carga moral impossível e então puni-la por falhar ao fazer o impossível" (Paths to Power – A. W. Tozer – Chapter 5 – Doctrinal Hindrances).

"Em toda parte a Bíblia garante a capacidade de Israel de obedecer a lei. A condenação veio porque Israel, tendo essa capacidade, se recusou a obedecer" (Paths to Power –A. W. Tozer – Chapter 5 – Doctrinal Hindrances).

"Antes que possamos ser salvos devemos por nosso livre arbítrio se voltar para Deus e crer em Jesus Cristo. Isto a Bíblia plenamente ensina; isto a experiência abundantemente suporta. Arrependimento envolve reforma moral. As práticas erradas estão na parte do homem e somente o homem pode corrigi-las. A mentira, por exemplo, é um ato do homem e pelo qual ele deve aceitar total responsabilidade. Quando ele se arrepende cessa de mentir. Deus não vai parar por ele; ele irá parar por si mesmo" (Paths to Power - A.W. Tozer – Chapter 2 –God’s Part and Man’s).

Leia também:
A.W. Tozer: Um Falso Profeta
As Influências católico-místicas de A.W. Tozer
O Caminho dos Místicos e as Raízes da Moralidade de A.W. Tozer


Traduzido por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte: falseteachersexposed.blogspot.com.br

Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net