Batistas Ecumênicos?

Por Mark King

Seria bom, em minha opinião, para muitos que se dizem Batistas em nossos dias, abandonar esse nome e  usar outro. O nome "Batista" é mais do que um estandarte chamativo, pois aqueles que o tem portado ao longo dos séculos o tem feito por causa de sua posição inflexível sobre o ensino bíblico da "SEPARAÇÃO".

Recentemente, vi uma propaganda de um evento em nosso jornal a ser promovido na Igreja Batista Central, aqui em Minneapolis, listando as igrejas participantes. Nesta lista estavam:"Templo Betel, Igreja Batista Central, Aliança Elim, Igreja presbiteriana Warrendale, Cristãos do Sudeste Asiático, Aliança Rose Hill, Simpson Memorial, Igreja da Avenida Summit, Assembléia de Deus, Igreja Evangélica do Calvário, Igreja Cristã de Taiwan". E o que você acha que teve nesta ocasião especial? Lê-se: "Quinta-feira: lava-pés, 07:30, Ceia com nosso Senhor, ao meio-dia da sexta-feira santa, os serviços serão na Igreja Central. Do meio-dia até 13:30".

Batistas unindo-se nesse festim de protestantes para observâncias católicas? Esta não é uma prática Batista verdadeira, porque esta não é uma prática Bíblica verdadeira. Isto é o que muitas vezes é favoravelmente referido como "ecumenismo". O clamor de Satanás para as religiões de hoje é "Derrubem suas diferenças e se unam sob a bandeira do 'amor'". Levar as pessoas para a verdade não é a ordem do dia, ao contrário, é o compromisso com o erro.
O que a Palavra de Deus tem a dizer sobre tudo isso?

Primeiro, vamos considerar a direção que o ecumenismo leva. A Bíblia profetiza que haverá uma "Babilônia" universal religiosa nos últimos dias. Após ter enganado o mundo, ela será destruída e queimada por dez nações que se entregarão ao Anticristo. Em Apocalipse 17:5, "Mistério, a grande Babilônia" é o nome dado ao falso sistema religioso universal dos últimos dias. Leia o que Apocalipse 17 profetiza sobre ela. Muitos hoje têm sido conduzidos para este movimento ecumênico e estão sendo usados sem saber por Satanás para estabelecer o reino do Anticristo. Os verdadeiros Batistas não, mas muitos que apenas usam o nome Batista!

Então, em segundo lugar, a Bíblia nos dá alguma instrução clara quanto às nossas responsabilidades em relação ao ecumenismo? A resposta é um enfático "Sim!" Os verdadeiros Batistas nada têm  a ver com o movimento ecumênico, porque verdadeiros Batistas seguem os ensinamentos da Palavra de Deus sobre separação.
Colossenses 2:8 diz: "Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;". Os falsos ensinos são perigosos, e precisamos ser advertidos contra tal.

A Palavra de Deus pergunta em Amós 3:3, "Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" A Bíblia nos diz em Efésios. 5:11: "E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as". A Palavra de Deus diz em Rom. 16:17, "... noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles" .
 
Nunca nos é dada a liberdade para comprometer a verdade da Palavra de Deus! Se posicione pela verdade. Isto pode custar-lhe os amigos, mas há um amigo que é mais chegado que um irmão.

Em terceiro lugar, vamos olhar para o chamariz do ecumenismo. Um conceito equivocado de amor bíblico é sempre o fator principal da motivação por trás dessa unidade não bíblica. As pessoas estão sendo enganadas por professores de seminários e pregadores com "comichão nos ouvidos" ao estabelecer divergências sobre ensinos fundamentais por causa de um "amor" pelo povo de Deus. Eles dizem que "Deus é amor" aos homens que sequer compreendem o princípio bíblico do amor divino. Gostaria, sem nenhuma pretensão de ter uma sabedoria superior, que tenho compreendido o significado do amor de Cristo em sua plenitude, pois posso dizer sem medo de até mesmo mudar de opinião, que aqueles que se vangloriam de colocar de lado suas diferenças por causa da unidade não tem se unido de forma bíblica!

Assim, muitos cristãos enganados se vão rapidamente para o compromisso por causa de uma frágil definição do princípio do real significado do amor divino.

Você pode ser perguntar: "Você ama o Senhor o suficiente, a família de Deus o suficiente, a causa de Cristo o suficiente, ou tem compaixão pelas almas dos perdidos deste mundo o suficiente para ter comunhão com nós, embora não possa concordar em tudo?" (Leia-se "compromisso"). Mas a minha pergunta para os Batistas, ou que tenham uma perspectiva Batista é: "Você ama o Senhor o suficiente, a família de Deus o suficiente, a causa de Cristo o suficiente, ou tem compaixão suficiente das almas dos perdidos deste mundo para obedecer a Deus, levantar-se contra o erro, e ser separado? "

Dessa forma, como mostramos nosso amor pelo Senhor, guardando todos os seus mandamentos que incluem a separação da falsa doutrina (que é o pecado), assim mesmo, só podemos mostrar o verdadeiro amor bíblico para com os irmãos, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. I João 5:2,3 diz: "Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados."

Prezado santo de Deus, você nunca vai evitar que os irmãos ou qualquer outra pessoa caia no fosso do compromisso doutrinário. Você pode realmente ajudar apenas quando seus pés se moverem fielmente no caminho dos mandamentos de Deus que se encontram nas Sagradas Escrituras.

Se a sua igreja está envolvida com o Movimento Ecumênico, pela graça de Deus, tome uma posição pela verdade e se separe! Encontre uma Igreja Batista Independente, que está levando o opróbrio de Cristo por causa da Verdade. Jesus teve que andar 30 quilômetros para encontrar João o Batista, e seu movimento valeu bem o custo para andar com o povo de Deus!
 

Traduzido por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte:  The Baptist Pillar

Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net