"MAIS PERTO": A HISTÓRIA DO HINO DE SARAH FLOWER ADAMS

Boston Musical Herald

"...e eis uma escada posta na terra, cujo topo tocava nos céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela" (Gênesis 28:12)

Esta linguagem era a expressão do coração da senhora Sarah Flower Adams, que nasceu em Essex, Inglaterra, em fevereiro de 1805, e cuja história tem sido muito pouco conhecida do grande público, que têm estimado seus hinos como um dos mais sagrados tesouros por quase um século.
Seu pai era o editor de um jornal semanal em Cambridge. Sua mãe era uma mulher de dons e cultura excelentes, e ela era a sua filha mais nova.
 
Logo na infância ela foi notada pelo gosto que manifestou pela literatura, e na fase adulta pelo grande zelo e seriedade em sua vida religiosa. Ela contribuiu com prosa e verso para os periódicos diários, e as críticas a sua arte eram sempre positivas.

Casada ​ ​em uma idade adiantada, e de constituição frágil, ela ainda em meio a muitos sofrimentos por razões de saúde, manteve sua pena ocupada, seus pensamentos e escritos sempre tendendo para as coisas do alto. O tempo e o meio em que essas circunstâncias em que ela teve a inspiração para desenvolver esse maravilhoso hino que, desde então, tem ecoado volta após volta pelo mundo, não são conhecidos; mas foi provavelmente durante algum período de provação particular, quando seu espírito foi elevado através da tristeza quase acima do seu corpo terreno. Ela mal sonhava que seu hino, como os de Toplady, Charlotte Elliot e Ray Palmer, seria ouvido através dos tempos.

Ele foi publicado pela primeira vez em 1841, em um volume de hinos sacros, emitido pelo senhor Fox, da Inglaterra, apenas oito anos antes da morte dessa talentosa escritora, que viveu somente até a idade de 44 anos e, assim, nunca soube da fama que vinculou seu hino ao seu nome.

O hino logo começou a aparecer em várias coleções, e em toda a parte era recebido com deleite. Foi dada a melodia, "Bethany" (Betânia), que se tornou muito popular neste país. Todo aquele que cresceu em um país cristão o conhece de cor, e em muitos países que não tem a bandeira de Cristo, é muito familiar também.

"No ano passado," diz o doutor Cuyler, em sua "Heart Life", os professores Smith, Hitchcock, e Park, estavam descansando de uma caminhada no sopé do Monte Líbano, quando apareceu um grupo de cinquenta alunos da Síria, em pé e em linha, cantando em coro. Eles foram os alunos do novo Colégio de Beirute, em Abieh, e eles estavam cantando em árabe a melodia de "Bethany". Enquanto a procissão se aproximava eles pegaram as sublimes palavras:
Mais perto quero estar meu Deus de Ti,
Inda que seja a dor que me una a Ti!
Sempre hei de suplicar:
Mais perto quero estar,
Mais perto quero estar, meu Deus de Ti!
 
"Eu não sou muito dado ao sentimentalismo’, disse o professor Hitchcock, ao descrever a emocionante cena, mas quando passava pelas fileiras daqueles jovens sírios, confesso que meus olhos estavam um pouco úmidos".
 
"Se fosse permitido ao povo de Deus que se encontra no céu", continua Dr. Cuyler, "testemunhar o que acontece na terra, poderíamos imaginar com que entusiasmo o espírito glorificado de Sarah Flower Adams ouviria a canção de seu coração, assim, cantada na terra da sagrada história de nosso Salvador".  

Sarah Fuller Flower Adams
Nasceu em 22 de fevereiro de 1805, em Harlow, Essex, Inglaterra
Faleceu em 1848, em St. Martin-in-the-Fields, Middlesex, Inglaterra
 
Lowell Mason
Nasceu em 8 de janeiro de 1792, em Medfield, Massachusetts
Faleceu em 11 de agosto de 1872, em Orange, Nova Jersey
"Uma noite, algum tempo depois de me deitar, ficando acordado no escuro, com os olhos bem abertos, por meio da quietude da casa, a melodia veio a mim, então, ao amanhecer, escrevi as notas da canção".

MAIS PERTO
Letra: Sarah Flower Adams
Música: Lowell Mason

Mais perto quero estar meu Deus de Ti,
Inda que seja a dor que me una a Ti!
Sempre hei de suplicar:
Mais perto quero estar,
Mais perto quero estar, meu Deus de Ti!

Andando triste aqui, na solidão,
Paz e descanso a mim teus braços dão.
Sempre hei de suplicar:
Mais perto quero estar,
Mais perto quero estar, meu Deus de Ti!
 
Minha alma cantará a Ti Senhor,
Cheia de gratidão por teu amor.
Sempre hei de suplicar:
Mais perto quero estar,
Mais perto quero estar, meu Deus de Ti!
 
E quando a morte, enfim, me vier chamar,
Com serafins nos céus irei morar.
Então me alegrarei
Perto de Ti, meu Rei,
Perto de Ti, meu Rei,
Meu Deus, de Ti!

Traduzido por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte:  The Baptist Pillar

Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net