O FALSO EVANGELHO DE PAUL WASHER

Por David J. Stwart

 
Tito 1:13 – "Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé".
Paul Washer é um falso profeta, um membro da apóstata Convenção Batista do Sul (SBC/EUA), que ensina a salvação pelo senhorio. Nesse vídeo o senhor Washer faz uma lavagem cerebral em um grupo de 5000 jovens para que eles acreditem que não podem ser salvos a menos que parem de pecar. Quer você aceite ou não, a salvação é um dom gratuito que não requer obras moralistas e hipócritas. Não bagunce com o Evangelho.
 
Paul Washer até faz boas declarações, e ele certamente está correto sobre o falso e apóstata cristianismo atual. Entretanto, ele comete um terrível erro ao confundir o FRUTO do arrependimento com a RAIZ do arrependimento.
 
Washer é inflexivelmente claro quando diz que uma pessoa não é salva se não tiver uma mudança drástica em seu estilo de vida. Ainda que a Bíblia esteja cheia de relatos de crentes que pecaram horrivelmente; como Noé, Ló, Jacó, Judá, Sansão, Davi, Salomão, Jonas, Pedro, Ananias e Safira e a igreja carnal de Corinto.

    A Salvação Bíblica é Sem as Obras
 
Sem nenhuma surpresa, Paul Washer não menciona uma vez sequer que a salvação é um "dom gratuito" de Deus em seu sermão. Ainda que seja exatamente isso que a salvação seja chamada em Romanos 5:15. O senhor Washer erradamente define "arrependimento" como um cessar de viver em pecado ANTES e DEPOIS da salvação. Isto efetivamente torna a vida eterna uma recompensa e não um dom.
 
Essa é a ambígua forma de falar de Paul Washer:
O que você precisa saber é que a salvação é pela fé, e fé somente em Jesus Cristo. E fé somente em Jesus Cristo é precedida e seguida por arrependimento – um abandono do pecado, um ódio pelas coisas que Deus odeia e um amor pelas coisas que Deus ama, um crescimento em santidade e um desejo – não para ser como Britney Spears, não para ser como o mundo, e não para ser como a grande maioria dos cristãos americanos; mas para ser como Cristo. [ênfase adicionada]
Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=uuabITeO4l8
 
Isto é um falso evangelho. Em uma declaração Paul Washer diz que somos salvos somente pela fé; mas então a seguir ele sutilmente exige abandonar o estilo de vida pecaminoso para ser salvo. Isto não é ser salvo somente pela fé. A Bíblia é muito clara ao dizer que a salvação é sem as obras. Romanos 4:5,6: "Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça. Assim também Davi declara bem-aventurado o homem a quem Deus imputa a justiça sem as obras".
 
De acordo com o modo de pensar de Paul Washer, a igreja de Corinto não era salva, porque eles viviam em horríveis pecados. Ainda que Paulo os chamasse de "meninos em Cristo" na I Coríntios 3:1. Em Romanos 12:1, Paulo roga aos crentes em Roma para que entreguem suas vidas a Deus, "ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional". Eles eram salvos, mas ainda não tinham apresentado os seus corpos a Deus em “sacrifício vivo”. Veja a igreja carnal de Corinto! Um irmão estava processando outro (I Co 6:6), comendo coisas sacrificadas aos ídolos (I Co 8:12), permitindo fornicação na igreja (I Co 5:1), mostrando-se embriagados na Ceia do Senhor (I Co 11:21), etc. A igreja carnal de Corinto é prova de que a salvação pelo senhorio é uma mentira. Eu não estou tentando justificar crentes que vivem em pecado. Eu estou simplesmente dizendo que nossa salvação não é dependente de parar de pecar.
 
Segundo Paul Washer, a fé salvadora deve ser precedida por um abandono do estilo de vida pecaminoso. Você não pode me mostrar nem mesmo uma passagem da Bíblia que mencione "arrependimento do pecado" para ser salvo. Busque em qualquer passagem que você quiser, mas não poderá achar qualquer coisa na Palavra de Deus sobre arrependimento do pecado para ser salvo. Salvação é receber, não é dar! Vida eterna é um dom gratuito de Deus, pago pelo precioso sangue de Jesus Cristo. O homem não tem parte alguma no dom dado gratuitamente por Deus, exceto crer no Senhor Jesus Cristo (Atos 16:31).
 
Você pode estudar a Bíblia, várias e várias vezes, e a única coisa que encontrará é que a salvação é um dom gratuito de Deus. Hereges como Paul Washer tentam conectar vida em santidade com a salvação, que é a heresia da salvação pelo senhorio (isto é, fazer obras para se salvar). Diga o que quiser, Romanos 4:5 é abundantemente claro ao declarar que a fé de uma pessoa é IMPUTADA como justiça, porque não temos nada a oferecer. Tudo o que temos a oferecer a Deus são as nossas próprias justiças, que são imundícias diante de Deus (Isaías 64:6, Romanos 10:3,4).
 
Eu penso que Paul Washer é sincero, contudo, sinceramente errado. Washer, assim como outros ministros desorientados de hoje, confundem o FRUTO do genuíno arrependimento com a RAIZ do arrependimento. Exigir FRUTO para a salvação é colocar a carroça na frente dos bois e corromper a simplicidade do Evangelho.
   
Paul Washer corrompe o significado de Mateus 7:14
 
"E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem". 
   
No vídeo, o senhor Washer faz diferença entre as palavras "porta" e "caminho" em Mateus 7:14, afirmando que Jesus é a porta, mas o "caminho" se refere a ter uma vida santa ininterrupta. Isto é heresia! O ensino de Washer ignora completamente a verdade clara de Romanos 4:5: ... "Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça". Pode a Palavra de Deus ser mais clara? A fé de um pecador é imputada por justiça! É Jesus quem justifica o ÍMPIO pela fé; NÃO as obras! A fé de uma pessoa em Jesus é equivalente a uma vida de justiça.
 
Se Paul Washer está correto, isto é, que Jesus ensinou que a salvação exige caminhar em um “caminho” estreito de ininterrupta obediência a Deus, então a salvação é um PROCESSO.
 
Paul Washer diz no vídeo:
"Não existe tal coisa como um cristão carnal... A Bíblia nunca ensina que uma pessoa possa ser um cristão genuíno e viver em continua carnalidade e perversidade e pecar todos os dias de sua vida...".
Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=uuabITeO4l8
 
E Ló? Ló viveu tão pecaminosamente que seus genros riram em sua cara quando ele tentou alertá-los sobre o julgamento que estava por vir. E ainda assim, na II Pedro 2:7 ele é chamado de “o justo Ló”. Ló foi salvo. E o que dizer da igreja carnal de Corinto? Paulo os chama de "carnais" e “meninos em Cristo” na I Coríntios 3:1. Eles certamente eram carnais e saturados de pecados.
 
Washer ainda afirma isso:
"Mas se você professa que passou pela porta estreita, e ainda vive no caminho largo... tal como todas as outras pessoas que são carnais e ímpias... a Bíblia quer que você saiba que deveria ficar terrivelmente, terrivelmente amedrontado – você não conhece a Deus".     
Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=uuabITeO4l8
 
Paul Washer perigosamente torce o sentido de Mateus 7:14 para incluir vida santa como parte da fé salvadora. Jesus estava simplesmente ensinando em Mateus 7:14 o contraste entre o caminho estreito para a vida (céu) versus o caminho largo para a destruição (inferno). Paul Washer perverte esta passagem em uma tentativa de dar suporte para sua doutrina. Salvação é receber; NÃO é dar!
 
 
A Convenção Batista do Sul (EUA) precisa fazer com que seus se arrependam
 
Paul Washer, sem vergonha alguma, professa ser integrante da Convenção Batista do Sul (EUA), que se tornou pecaminosamente ecumênica em décadas recentes. 
 
As igrejas da Convenção Batista do Sul (EUA) são notórias por usarem a música gospel Rock and Roll. Não há nada mais carnal. Alguma coisa está muito errada quando a música cantada em nossas igrejas lembram as mesmas músicas pagãs desse mundo sem Deus. Há bateria ao fundo no vídeo de Paul Washer, que não tem lugar em qualquer igreja séria. Evidentemente, o senhor Washer não vê problema algum com a música mundana na igreja.
 
Além do mais, por que a Convenção Batista do Sul (EUA) suspendeu sua proibição de 8 anos contra a Disney? Foi porque muitas igrejas da Convenção estavam perdendo o apoio de congregações mundanas que queriam levar seus filhos para a Disney? A Disney nunca cedeu um milímetro em interromper seus dias de celebração do orgulho gay. Por que Paul Washer não prega contra sua própria Convenção? Ele pressiona os jovens a que parem de viver em pecado se eles genuinamente querem ser salvos, ao passo que fica em silêncio sobre a fossa de perversidade na Convenção Batista do Sul (EUA).
   
Paul Washer endossa o apóstata Billy Graham
 
Paul Washer é uma lástima! No vídeo, ele elogia o apóstata Billy Graham. Billy Graham é satânico, um maçom grau 33. O senhor Graham apóia o satânico papa, afirma que tem muitos amigos gays e tem feito mais para corromper a Igreja do que qualquer outro. Como Paul Washer pode falar tão bem de um ministro ímpio como Billy Graham? 
   
Paul Washer perverte o Evangelho
 
Paul Washer ensina um falso evangelho que exige de uma pessoa continuar ininterruptamente no caminho da justiça para ser salvo. Isto é salvação pelas obras. Nascer de novo não é um processo! Como outros falsos profetas, o senhor Washer enganosamente afirma acreditar na salvação somente pela fé; enquanto que ao mesmo tempo diz aos jovens que eles devem ter um ódio pelo pecado para que se salvem. Isto elimina o crescimento na graça. Ainda que certamente Deus espera de cada crente que O ama que abandone a vida de pecados, isto NÃO é um pré-requisito para o dom da vida eterna. Cristo morreu pelos ÍMPIOS (Romanos 5:6).
 
Hereges como Paul Washer ensinam que pecadores devem parar de viver em pecado para serem salvos; ao passo que a Bíblia ensina que precisamos somente vir a Jesus como pecadores CULPADOS para ter o seu perdão. Deus é o único que pode mudar nossa vida. Existe uma grande diferença entre arrependimento dos pecados de alguém e dos pecados consequentes de alguém. A Palavra de Deus ensina que devemos simplesmente perceber que somos pecadores CULPADOS por violar a santa lei de Deus e nos voltar para Jesus para sermos perdoados (Romanos 3:19; Atos 16:31).
 
Como testemunhado por Ló e Sansão no Antigo Testamento, nem todos viveram uma vida santa. Argumente como quiser, arrependimento simplesmente significa "uma mudança de mente". Salvação é tão simples quanto uma pessoa perceber sua culpa como um pecador, e se voltar em fé para o Senhor para a salvação. A lei de Deus mostra a nossa condição sem esperança, e então nos dirige a Cristo para salvação. A mudança que Deus quer em nossa vida vem do resultado de um genuíno arrependimento, e essa mudança não é exigida como parte da fé salvadora.
 
Como outros adeptos da salvação pelo senhorio, Paul Washer confunde o FRUTO da fé dos crentes com a RAIZ da fé deles. Certamente, crentes não tem permissão de Deus para pecar; portanto, isto não dá a alguém o direito de corromper o Evangelho ao determinar que se tenha uma vida consagrada como parte da fé salvadora.
 
Eu acredito que Paul Washer seja sincero, mas ele comprou a mentira do diabo de que um pecador deve melhorar seus caminhos e parar de viver em pecado para ser salvo. Isto não é o que a Bíblia ensina. Goste ou não, a salvação é o dom de Deus e é completamente sem qualquer tipo de obras de justiça própria. Uma mudança de vida é o resultado de um arrependimento genuíno, que vem depois do fato. A salvação em si é uma graça de Deus imerecida.
Romanos 4:5 silencia todos os críticos...
"Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça".
 
Leia também:
Paul Washer Exposto

Paul Washer Chama Batistas Conservadores Ganhadores de Almas de "ESTÚPIDOS"
 
Traduzido e adaptado por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte: Jesus is Savior

Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net