DEUS ESTÁ DANDO SONHOS E VISÕES HOJE?

Por David Cloud
 
O blog "SharperIron" lançou em sete de janeiro de 2009 um post chamado "Dreams and Visions: Confessions of a Soft Cessationist" (Sonhos e Visões: confissões de um fraco cessacionista) por Steve Davis. SharperIron é um fórum para "jovens fundamentalistas" que estão, em minha opinião, se movendo rapidamente em direção ao neoevangelismo (Davis é graduado pela Evangelical Divinity School). 

O post começa com a seguinte declaração:
"Recentemente, eu testemunhei a conversão de um muçulmano a fé cristã. Ele contou a história de sua infância em uma aldeia muçulmana em um país do norte da África. Não havia cristãos lá, nem bíblias, nem nenhum testemunho do Evangelho e também nenhum missionário. Ele contou que teve um sonho com Jesus falando com ele e lhe dizendo que ele (Jesus) era o caminho a verdade e a vida. O sonho não o levou a uma resposta imediata de salvação, mas o levou a adquirir um exemplar do Novo Testamento e ele começou uma jornada que eventualmente o levou a sua conversão e transformação. O que estaria de errado com este homem? Aqui está um irmão cristão diante de você com um doce testemunho de uma mudança de vida centralizada no Evangelho, um irmão em Cristo que desde a sua conversão recebeu expressivo ensino teológico, um servo de Deus agora engajado como um líder em evangelismo de muçulmanos e alguém que pagou um alto preço por trair sua religião ancestral e por desonrar sua família. Naturalmente eu tenho muitas perguntas para ele. Eu creio que precisava sondar uma melhor compreensão de algumas coisas que não estavam bem assentadas e que não estavam se encaixando em alguns de meus ensinos teológicos. Há restos de cinismo e ceticismo em mim. O que eu descobri foi que o sonho era uma ocorrência do passado, o que aconteceu com este homem não pode ser racionalmente explanado e algumas coisas ele não apresentou de maneira coerente em sua estratégia de evangelismo. O que você diria do sonho dele? Você pode negar e dizer que nunca aconteceu – que não significa nada. Ou você agradece a Deus por este homem que uma vez estava perdido e agora se ache sem necessidade de dar ênfase na questão que sonhos e visões estariam ambicionando ser um modo válido de Deus operar Seu plano?".
 
Além deste artigo, Davis se distância tanto do "movimento de sinais e maravilhas" quanto de "um rígido cessacionismo". Ele diz: 
"Muitos tem errado em criar movimentos na expectativa de verem milagres. As aberrações do movimento de sinais e maravilhas e de batalha espiritual reforçam a oposição diante de qualquer brisa de acontecimento fora do normal. O condenável extremo de movimentos guiados por experiências muitas vezes levam outros a afirmarem um rígido cessacionismo e negar os milagres para outras épocas, sem necessidade de um período de transição e finalização das Escrituras. Podemos encontrar um meio termo entre estas posições extremas? Pessoalmente, se eu classifico minha visão na possibilidade de intervenções sobrenaturais de Deus em levar o Evangelho, eu preferiria caracterizar a mim mesmo como um "fraco" cessacionista – que é aberto a possibilidade de que Deus pode de fato usar sonhos e visões hoje".

COMENTÁRIOS DE DAVID CLOUD:

PRIMEIRO, ESTE POST COMETE UM ERRO SÉRIO POR NÃO FAZER UMA CLARA E SUFICIENTE DISTINÇÃO ENTRE SINAIS E DONS APOSTÓLICOS E MILAGRES EM GERAL
 
"Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas" (2 Coríntios 12:12).
 
Não há nada nas Escrituras que nos faça pensar que milagres cessaram no primeiro século. Eu tenho experimentado e testemunhado cura divina através da oração. Em nossa obra missionária temos muitas vezes testemunhado a libertação de pessoas possessas por demônios. Temos testemunhado incontáveis milagres de vidas transformadas, hindus radicais e budistas se voltando para Cristo, bêbados tornando-se sóbrios, desonestos em honestos, esposas briguentas em amáveis. Não há maior milagre do que estes.
 
Mas os sinais e milagres apostólicos e dons de revelação, por sua real natureza, eram únicos e temporários. De outra maneira eles não poderiam ter sido um sinal. Uma vez quando visitei uma cidade para um encontro, o pastor que me recebeu disse que me esperaria no aeroporto. Quando lhe perguntei como o reconheceria, ele disse que estaria usando um chapéu vermelho. O sinal do pastor nesta situação foi o chapéu vermelho. Se eu ao chegar olhasse no saguão e todos os homens estivessem usando chapéu vermelho, o sinal seria inútil.
Portanto, se qualquer outro na história da igreja além dos apóstolos (e em um par de casos, de quem eles eram intimamente associados e sobre quem eles tinham imposto as mãos) poderiam apresentar sinais apostólicos e milagres, então o sinal de um apóstolo seria destruído. (Mc 3:13-14; At 2:43; 3:6-8; 4:33; 5:12, 15; 9:40-41; 19:12; 28:3-9). Se crentes em geral puderam apresentar sinais miraculosos, mesmo no primeiro século, os irmãos em Jope não poderiam ter chamado Pedro vir para ressuscitar Dorcas (At 9:36-42). O milagre de Pedro neste dia foi o "sinal de um apóstolo". 
Não fazer esta distinção é a mais clara maneira de poder levar a confusão e perigo espiritual neste enganoso fim dos tempos. O movimento carismático/pentecostal é muito poderoso e influente e muitos dos que uma vez disseram que ele é errado tem terminado caindo de cabeça nele, seguindo seus passos de forma obsessiva. A única proteção segura contra este embuste é estar absolutamente convicto que a Bíblia é a única autoridade para a fé e prática e fazer isto através do teste de todas as coisas por este único padrão. Além do mais devemos saber que os sinais, milagres e dons apostólicos cessaram, e os que afirmam exercer tais coisas hoje são perigosos falsos mestres.
O conceito de "fraco cessacionismo" é mal definido, mal informado e espiritualmente perigoso.
 
SEGUNDO, NÃO TEMOS QUE RESPONDER POR TODO FENÔMENO QUE ALGUNS CLAMAM E NÃO É SÁBIO ESPECULAR ALÉM DA ESCRITURA

Muitas vezes as pessoas me perguntam: "o que você pensa sobre esta experiência que eu tive, irmão Cloud?". O fato é que eu não tenho uma resposta para dar a todas as experiências que as pessoas alegam ter. Eu somente tenho para dar a atenção devida para o cânon da Escritura que está completo.  
Deuteronômio 29:29 diz: "As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei".

Se alguém vai além dos limites da Escritura, não é algo que precisamos ou devemos estar interessados de uma forma ou de outra.

2 Timóteo 3:16-17 diz que somente a Escritura foi dada por divina inspiração e a sua inspiração é capaz de fazer o homem de Deus "perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra". Isto significa que a Escritura é completa e suficiente. Não precisamos de nada além disso. Não precisamos de visões, vozes, sonhos, sensações, cair ao chão, desmaios, pó de ouro, penas de anjos – nada além da infalível Palavra de Deus e do Espírito Santo para interpretá-la para nós.  

É a Palavra de Deus que somos mandados pregar e além disso não necessitamos especular (2 Timóteo 4:2). Tal especulação não é de fé, porque a fé está baseada somente na Palavra de Deus (Romanos 10:17) e somos instruídos que "tudo o que não é de fé é pecado" (Romanos 14:23).

Levantar uma questão em "Confissões de um fraco cessacionista", onde um muçulmano teve um sonho com Jesus falando com ele? Acreditamos que a resposta bíblica é a de que esta não é uma questão que necessitamos responder.
 
TERCEIRO, DEUS FALA AO SEU POVO HOJE E O GUIA PELA HABITAÇÃO QUE O ESPÍRITO SANTO FAZ NELES EM CONFORMIDADE COM AS ESCRITURAS, MAS O CÂNON ESTÁ FECHADO, ASSIM, DEUS NÃO ESTÁ FALANDO DE UM MODO INFALÍVEL, COM AUTORIDADE REVELADA ALÉM DO QUE ESTÁ NAS ESCRITURAS (2 TM 3:16-17; AP 22:18-19)

Devemos fazer uma clara distinção entre revelação infalível e orientação pessoal. Eu creio que Deus tem me guiado durante 35 anos desde que Ele me salvou. Eu creio que Ele me guiou para ir a uma escola bíblica, e com quem eu me casaria e na construção do Way of Life Literature e no inicio da revista O Timóteo e de que modo basear nossa obra missionária e em incontáveis decisões que tivemos que fazer devotamente. Mas orientação íntima não é uma revelação infalível. 
 
Pastor Bobby Mitchell de Brunswick, Maine, fez um comentário importante, recentemente recebido por e-mail:
"Eu estava em Atos 18 na última noite na igreja, e estávamos estudando este trecho. Eu disse que Paulo foi 'impulsionado no Espírito' e pregou aos judeus. Mais tarde vemos que ele recebeu uma palavra direta de Deus sobre o que o Senhor faria em Corinto. Penso que baseado no que sei (a Palavra de Deus) e no que eu estou vendo, ouvindo e experimentando, que eu sou muitas vezes impulsionado pelo Espírito a pensar, dizer ou fazer coisas que estariam de acordo com a revelada vontade de Deus. Portanto, eu não tenho uma revelação direta de Deus. Também, se eu conheço Deus de todo modo, então sei que Ele prometeu dirigir meus caminhos (Pv 3:5-6). Se eu continuamente busco fazer Sua vontade em minha mente e consinto nisto, então Ele está me guiando porque Sua vontade está sendo aplicada em meu pensar, falar e fazer. Assim, Ele está pessoalmente me guiando pela Sua Palavra.
Eu tive sonhos que se tornaram realidade. Uma vez eu sonhei que alguém tinha me dado $200 dólares e isto aconteceu no outro dia. Eu penso que isto é interessante, mas não ponho qualquer confiança nisto. Isto aconteceu e foi um sonho agradável e foi mesmo mais agradável do que ter acontecido na vida real! Uma vez eu pensei que podia dizer que estava impulsionado pelo Espírito a ir a um parque local em uma tarde de domingo e pregar ali o Evangelho. Eu tinha pregado naquela manhã e evangelizado e estava tocado com o pensamento de que eu deveria ir a algum lugar e testemunhar de Cristo para alguém. Eu podia até mesmo conceber na minha mente o banco onde eu acreditava que deveria ir. Eu fui até lá e havia um homem do caribe sentado no banco. Eu testemunhei de Cristo e ele ficou impressionado porque sua avó tinha lhe dito muitas vezes que ele precisava ser salvo. Eu não chamaria isto de revelação, mas diria que baseado no que a Bíblia diz eu soube que era o testemunhar e baseado em minha situação e conhecimento, eu estava seguro que deveria ir até lá. Eu chamaria isto de orientação espiritual pelo Espírito Santo de acordo com as Escrituras como relatei em minha situação neste tempo. O pano de fundo para mim é que nós realmente precisamos 'dar atenção' para a 'mais segura palavra dos profetas' (2 Pe 1:19)".  

QUARTO, A BÍBLIA DIZ QUE DEUS DÁ LUZ AO HOMEM ATRAVÉS DA CRIAÇÃO E DA CONSCIÊNCIA

Em "Confissões de um fraco Cessacionista", Davis diz:

"Possivelmente devemos orar para que Ele possa operar de modo sobrenatural nesses lugares onde o nome de Cristo não é conhecido, se a causa de Cristo ainda não é conhecida há uma igreja morosa ou portas fechadas. De minha parte eu me regozijo nesta obra, incansavelmente acompanhando Seu propósito. E se Ele permite usar sonhos e visões em lugares onde nem O buscam nem necessitam dEle para qualquer coisa, onde não há Evangelho, por mim mesmo então eu me curvarei e O louvarei".

Outro erro tem sido cometido em nome de ajudar os não salvos que nunca ouviram o Evangelho. Isto é o que supostamente levou Billy Graham e Tony Campolo e muitos outros evangélicos a especular que pode alguém ser salvo aparte da consciência de uma fé em Cristo.
 
O fato é que Deus está dando luz para todos os homens (Jo 1:9). Paulo descreve esta luz em detalhes em Romanos 1-3. Esta é a luz da criação (Rm 1:18-20), a luz da consciência (Rm 2:12-16) e a luz da Escritura (Rm 3:1-2). Paulo diz que a luz da criação e da consciência são suficiente para condenar o homem.

"Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis". (Rm 1:18-20)
"Porque todos os que sem lei pecaram, sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram, pela lei serão julgados. Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados. Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei; Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os;No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho". (Rm 2:12-16).

Em nossa obra missionária em uma das partes mais tenebrosas do mundo, temos encontrado pessoas que eram como Cornélio em Atos 10. Eles pesquisaram a respeito de Deus antes mesmo de serem salvos. Eles conheciam sua própria consciência, que deveria haver um Deus verdadeiro e puderam ver a obra de Suas mãos em toda a criação que os rodeia. Eles procuraram conhecer este Deus e Ele os enviou um pregador ou uma publicação, um folheto do Evangelho. Paulo disse que aos gregos em Atenas que Deus fez todos os homens "que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós”"(At 17:26-27).

O homem pode encontrar Deus se ele responder a luz que eles tem e O buscam depois, porque Ele os está buscando.
  
Traduzido  por  Edimilson de  Deus  Teixeira
Fonte : Way  of  Life  Literature

Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net