COMUNHÃO CELESTE

Letra: Hen­ry F. Lyte, 1847
Música: Eventide, de Wil­liam H. Monk, 1861.

"E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles". (Lucas 24:29)

O senhor Monk de­screveu como esse tocante hino foi composto:"Este hino foi escrito em um tempo de grande sofrimento – quando juntos observávamos, diariamente, o por do sol. Quando o último raio dourado desvaneceu, ele pegou um papel e pincelou esse hino que foi por todo o mundo".
Lyte estava inspirado quando escreveu este hino mesmo estando agonizante por causa de uma tuberculose; ele o finalizou num domingo e deu seu adeus a este mundo num sermão na igreja em que serviu por muitos anos. No dia seguinte ele deixou a Itália a fim de tratar de sua saúde. Porém, ele não chegou a fazer isso – vindo a falecer em Nice, França, três semanas depois de ter escrito este hino. Eis aqui um pequeno trecho de seu sermão de despedida:
irmãos, eu estou entre vocês hoje, como vivo dentre os mortos, se eu posso ter esperança de impressioná-los e induzi-los a se prepararem para esta solene hora o qual deve vir para todos, é por uma oportuna familiaridade com a morte de Cristo".
Por mais de um século, os sinos da igreja de Low­er Brix­ham, De­von­shire, tocaram “Abide with Me” diariamente. O hino foi cantado no casamento do rei George VI e de sua filha, a rainha Elizabeth II.

Comunhão Celeste
Comigo assiste, ó Deus! A noite vem,
As trevas crescem, eis Senhor, convém
Que me socorra a tua proteção;
Oh! Vem fazer comigo habitação!

Depressa encontrarei o fim mortal:
Desaparece o gozo terreal;
Mudança vejo em tudo e corrupção;
Comigo faze eterna habitação!

Vem revelar-me teu querer Senhor!
Divino Mestre, Rei consolador!
Meu guia forte, Amparo em tentação!
Vem, vem fazer comigo habitação!

Presente estás nas trevas e na luz;
Não há perigo, andando com Jesus;
À morte e a tumba não aterrarão
Àquele em quem fizer habitação!

Ó morte, em Cristo gozo a redenção!
Sepulcro, o pó verá ressurreição!
No Reino além não há perturbação.
Com Deus eu herdo eterna habitação.

Traduzido por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte: The Cyber Hymnal

Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net