Da obra "Comfort for Christians" de A.W. Pink :

CONSOLO NAS AFLIÇÕES

INTRODUÇÃO
O trabalho para o qual o servo de Cristo é chamado apresenta multíplas facetas. Ele não somente prega o Evangelho aos perdidos, alimenta o povo de Deus com o conhecimento e entendimento (Jeremias 3:15), e tira as pedras de tropeço de seu caminho (Isaías 57:14), mas ele também é ordenado a "clamar em alta voz, não se deter, levantar a sua voz como a trombeta, e anunciar ao meu povo a sua transgressão" (Isaías 58:1 e cf. 1 Timóteo 4:2). Enquanto outra parte importante de sua comissão é:  "CONSOLAI, consolai o meu povo, diz o vosso Deus" (Isaías 40:1). Que título honroso: "Meu povo!" E que relação confiante: "nosso Deus!" O que é uma tarefa agradável: "consolai o meu povo!" Uma tripla razão pode ser sugerida para a duplicação do encargo. Primeiro, porque às vezes as almas dos crentes se recusam ser consoladas (Salmos 77:2), e o consolo precisa ser repetido. Segundo, colocar este dever mais enfaticamente sobre o coração do pregador, para que ele não seja econômico ao ministrar o consolo. Terceiro, para termos a certeza de que o desejo de coração do próprio Deus é que Seu povo deva sempre se regozijar (Filipenses 4:4). Deus tem um "povo", os objetos de Seu favor especial: um grupo de pessoas que Ele tem em relação íntima que Ele os chama "Meu povo". Muitas vezes eles estão desconsolados: por causa de sua corrupção natural, das tentações de Satanás, do tratamento cruel do mundo, do estado de desprezo da causa de Cristo na terra. O "pai de toda a consolação" (2 Coríntios 1:3) é muito sensível a eles, e é Sua vontade revelada que Seus servos devam curar os quebrantados do coração e derramar o bálsamo de Gileade em suas feridas. É a causa que temos para exclamar: "Quem é Deus semelhante a ti!" (Miquéias 7:18), que tem provido o conforto daqueles que foram rebeldes contra o seu governo e transgressores de Sua lei.
O conteúdo deste pequeno volume têm aparecido de tempos em tempos em nossa revista mensal durante os últimos 30 anos. Eles eram, anteriormente, sermões que pregamos há muito tempo nos Estados Unidos e Austrália. Aqui e lá é um assunto (especialmente onde o assunto da profecia está mais em alta) que não é mais tocado, mas desde que o Senhor teve o prazer de abençoá-los em sua forma original para não poucos de seu povo aflito, não o revisamos. Que isso possa agradá-lo ao falar de paz para eles, para almas aflitas hoje, e a glória será só Dele.
A.W. Pink -1952



Discernimento Bíblico - www.discernimentobiblico.net